Uber irá remunerar motoristas com coronavírus 1

Uber irá remunerar motoristas com coronavírus

Amanda Araújo

No último sábado (7), a Uber informou que continuará pagando remuneração por um período de 14 dias aos motoristas e entregadores da plataforma que pegarem coronavírus e, consequentemente, precisarem parar de trabalhar durante um tempo. 

Essa decisão foi tomada a partir do momento em que Mark Warner, senador americano, enviou cartas públicas para seis grandes empresas solicitando esse tipo de medida – além da Uber, a Lyft, a Instacart, a Postmates, a Grubhub e a DoorDash também receberam as cartas. 

Ou seja, a carta foi direcionada a companhias que não estabelecem nenhum vínculo empregatício com seus colaboradores, somente conectam prestadores de serviços autônomos a uma plataforma e aos consumidores. 

De acordo com o senador americano, a medida é importante porque esses trabalhadores autônomos continuarão exercendo suas funções, mesmo com o grande risco de contraírem o coronavírus. Afinal, parar de trabalhar para eles significa ficar sem salário. 

Até então, a medida foi colocada em prática tanto no México quanto no Reino Unido. Entretanto, a Uber já está analisando levá-la também para outros países. 

Deixe um comentário