Pipeline de Liderança: o que é e como aplicá-lo [DESCUBRA] 1

Pipeline de Liderança: o que é e como aplicá-lo [DESCUBRA]

Será que é possível se tornar um líder aprendendo a liderar ao longo da carreira, ou é necessário ter essa característica inata? Essa é uma questão controversa. Alguns especialistas da área defendem que ou você nasce líder, ou nunca será um. Já outros defendem que não, é possível aprender como ser um bom líder ao longo da vida.

Por mais que pareça uma questão um tanto quanto complexa, uma abordagem conhecida como Pipeline de Liderança é capaz de respondê-la!

Para saber mais a respeito do assunto e repensar se o modelo tradicional de liderança que você segue em sua empresa é realmente eficaz, continue a leitura deste conteúdo.

O conceito de Pipeline de Liderança

Desenvolvido por Ram Charam, Stephen Drotter e James Noel, o conceito de Pipeline de Liderança ficou conhecido graças a um livro escrito por esses autores, chamado de “Pipeline de Liderança: o desenvolvimento de líderes como diferencial competitivo”.

No geral, a abordagem Pipeline de Liderança é um modelo de desenvolvimento de líderes capaz de mostrar um caminho com seis transições – porém abordaremos apenas 4 delas – que o colaborador precisa percorrer para ascender em todos os níveis organizacionais e se tornar um líder. 

A teoria acredita que existe sim a possibilidade de fomentar a liderança em um profissional, de acordo com o seu perfil, suas habilidades e suas potencialidades. 

Confira a seguir as quatro principais transições segundo o Pipeline de Liderança: 

1: De gerenciar a si mesmo a gerenciar outros

Essa primeira transição é caracterizada pela passagem de um profissional para a sua primeira função relacionada à gestão. 

Nesse momento, ele aprende a fazer o planejamento, a definição e a delegação de tarefas, além de orientar, motivar e mensurar o trabalho dos demais colaboradores. 

Para isso, é necessário que ele assuma a responsabilidade de guiar uma equipe. 

2: De gerenciar outros a gerenciar gestores

Na segunda etapa do Pipeline de Liderança, o intuito principal do líder é entender como gerenciar outros líderes. Nesse caso, o profissional precisa deixar de lado suas tarefas individuais e focar exclusivamente no papel de gestão, preocupando-se com assuntos mais estratégicos. 

As principais funções dele será selecionar pessoas, delegar tarefas gerenciais, bem como mensurar o progresso de cada área e passar orientações quando necessário.

3: De gerenciar gestores a gestor funcional

Durante essa transição, o profissional inicia a sua aprendizagem para se tornar um gestor funcional, passando a ser responsável por gerenciar os líderes que estão nas duas etapas anteriores

Aqui ele também assumirá setores da empresa que antes não eram de sua responsabilidade e começará a responder por eles, exercendo bastante a sua habilidade de comunicação. 

4: De gestor funcional a gestor de negócios

O quarto nível de transição do Pipeline de Liderança, por sua vez, é um dos mais importantes para o profissional, pois ele recebe mais autonomia para gerenciar negócios inteiros e integra as funções aprendidas até então, coordenado por consequências todos os demais gestores. 

Nessa fase o líder analisa funcionalmente as propostas e os planos para o melhor desenvolvimento do negócio e também equilibra as necessidades atuais da empresa com as metas futuras para que os resultados sejam alcançados conforme o esperado.

Como aplicar o Pipeline de Liderança na sua empresa

De acordo com os próprios autores da abordagem Pipeline de Liderança, ela não precisa ser colocada em prática à risca pelos empreendimentos. O ideal é, em primeiro lugar, analisar a realidade da empresa e então adaptar o conceito, sempre mantendo as características principais de cada fase de transição. 

O tamanho de cada negócio, por exemplo, é algo capaz de influenciar bastante na maneira como a abordagem será aplicada. Isso porque cada empresa pode exigir menos – ou até mesmo mais – transições quando o assunto é o desenvolvimento de líderes. 

Apesar disso, o importante mesmo é utilizar o Pipeline de Liderança com o intuito de criar líderes e planos de carreira, e assim, planejar possíveis sucessões antecipadamente.

Deixe um comentário