Huawei tenta voltar ao trabalho normal em meio à crise do coronavírus 1

Huawei tenta voltar ao trabalho normal em meio à crise do coronavírus

Na última terça-feira (31), Eric Xu, CEO da Huawei, falou um pouco sobre como a gigante chinesa está tentando voltar ao trabalho mesmo em meio à pandemia do COVID-19. 

Durante uma conferência de imprensa virtual que foi realizada pela empresa e diversos meio de comunicação, ele deixou claro que a Huawei reabriu sua sede localizada em Shenzhen e também outros escritórios nas proximidades ainda no início de fevereiro, quando o governo local encerrou a ordem de bloqueio que havia feito. 

No entanto, com o objetivo de impedir ao máximo o aumento nos casos de coronavírus, a empresa precisou encontrar novas formas de trabalhar

A partir de agora, por exemplo, a equipe de vendas e marketing não pode mais convidar executivos de outras organizações e levá-los para ver os novos equipamentos desenvolvidos pela Huawei. Ao invés disso, estão sendo organizados passeios virtuais. 

Outra mudança importante é que os funcionários precisam diariamente preencher um check-in de saúde através de um aplicativo antes de entrarem nas empresas. Entre as informações solicitadas estão: confirmar que não tem febre e nenhum outro sintoma do coronavírus e que não está em quarentena. 

Além disso, todas as cafeterias e lanchonetes espalhadas pelos escritórios estão de portas fechadas. Os funcionários devem comer em suas próprias mesas e as refeições são entregues em um ponto central antes de serem distribuídas para todos. 

A movimentação de pessoas no interior da empresa também diminuiu, já que há uma quantidade menor de ônibus disponíveis para os colaboradores e os que ainda estão funcionando garantem que os passageiros fiquem a uma distância segura entre si. 

Essa nova rotina de trabalho da Huawei, portanto, é um exemplo de como algumas empresas estão tentando voltar ao normal à medida que o surto de coronavírus diminui.

Deixe um comentário