Google diz ter alcançado a supremacia quântica 1

Google diz ter alcançado a supremacia quântica

Na última quarta-feira (23), o Google comemorou o fato de ter alcançado a supremacia quântica, algo que pode se tornar um grande marco para a ciência. 

Segundo informações divulgadas pela própria empresa, isso aconteceu porque o computador quântico da marca foi capaz de fazer um cálculo complexo em apenas 200 segundos. Enquanto o supercomputador mais rápido do mundo levaria cerca de 10 mil anos para conseguir o mesmo feito. 

Para conseguir isso o equipamento do Google possui um chip de 53 bits quânticos (qubits), conhecido como Sycamore, que possui uma capacidade de processamento muito maior. 

Tudo isso foi explicado detalhadamente pelo Google em um artigo científico histórico publicado na revista Nature, que também foi divulgado dentro de uma publicação no blog oficial da companhia. 

No entanto, a IBM, uma empresa que conta com uma equipe de computação quântica dentro do seu centro de pesquisa, contesta a comemoração do Google. De acordo com ela, a compreensão de supremacia quântica do Google está um pouco equivocada. 

Afinal, tal feito só acontece a partir do momento em que um computador quântico realiza alguma tarefa que nenhum outro convencional é capaz nem de realizar.

Com base nisso, como um supercomputador conseguiria fazer o mesmo cálculo – independente do tempo que levaria – o fato não pode ser considerado como uma supremacia quântica. 

Como se tudo isso já não bastasse, a IBM ainda deixou claro que um supercomputador poderia realizar a operação em somente dois dias e meio, e não em 10 mil anos como informado pelo Google. 

Em relação a essa contestação feita pela IBM, Sundar Pichai, CEO do Google, comparou o experimento da sua empresa com o primeiro voo realizado pelos irmãos Wright. 

Segundo ele, o primeiro avião ficou no ar por somente 12 segundos, entretanto mostrou a possibilidade de um equipamento mais pesado do que o ar voar. Então, o mesmo acontecerá com esse fato histórico realizado pelo Google.

Deixe um comentário