Existe alguma startup agrotech unicórnio no Brasil? 1

Existe alguma startup agrotech unicórnio no Brasil?

Startups unicórnios são aquelas que conseguiram alcançar o valor de mercado de US$ 1 bilhão. No Brasil existem apenas seis: PagSeguro, Loggi, Gympass, iFood, Nubank e 99. Como deu para perceber, nenhuma delas é uma agrotech.

Contudo, qual será o motivo disso? Ou seja, por que não existe nenhuma startup agrotech unicórnio no Brasil? 

Para se ter uma ideia, segundo o cofundador do fundo de capital SP Ventures, Francisco Jardim, isso ocorre devido ao fato do setor estar algo torno de cinco anos mais atrasado no Brasil em relação aos outros países.

É fácil perceber que toda a infraestrutura do campo se atrasou consideravelmente quando comparada a do meio urbano, não é mesmo? A consequência reflete diretamente nas agrotechs. 

Além disso, o setor de agrotech demorou para contar com a ajuda da tecnologia mobile e ainda sofre bastante com o analfabetismo digital. Outro grande problema é o desenvolvimento de inovações para o campo demorar mais tempo para ter a suas tecnologias validadas na prática – devido ao público que irá operá-la estar longe dos grandes centros. 

Levando isso em consideração, neste artigo iremos falar um pouco mais sobre o fato de ainda não existir nenhuma startup unicórnio no segmento de agrotech no país. Continue a leitura!

Dificuldades das startups agrotech

É possível dizer que uma das maiores dificuldades das agrotechs está ligada à conectividade. Isso porque muitas fazendas ainda não estão conectadas à internet, o que atrasa o surgimento de tecnologias promissoras para a área, como é o caso da internet das coisas (loT), por exemplo.

Felizmente, esse cenário já começou a mudar e hoje é possível contar com soluções como drones, loT, e-commerce de máquinas, entre outras coisas que fazem a diferença para o setor.

É claro que muito ainda precisa ser modificado para finalmente o país ter uma startup agrotech unicórnio, todavia é preciso ir com calma. Esse dia pode não chegar tão rápido. 

Startups do setor no Brasil

Segundo o AgTechGarace, hoje há por volta de 300 startups com soluções para o agronegócio e agricultura no Brasil. Desde 2017 essas startups já vêm ganhando destaque, ano em que três brasileiras foram algumas das empresas mencionadas pela CBInsights como “as mais inovadoras do setor”. São elas: Aegro, Syngenta e BovControl

Muitos acreditam na Aegro como uma grande aposta para ser a primeira startup agrotech unicórnio do país. Isso porque ela é uma das empresas que mais cresce, demonstrando bons resultados. 

Hoje, a Aegro possui um software responsável pela gestão agrícola capaz de reunir desde as contas que precisam ser pagas até mesmo controlar o estoque e a equipe como um todo. Sendo assim, por meio dele é possível estabelecer metas para colheitas e analisar a rentabilidade individual de cada uma.

É exatamente por mostrar soluções diferenciadas e digitais que essa startup tem a capacidade de ser uma excelente solução para os produtores e, assim, ter muito sucesso. 

Portanto, apesar do atraso, pode-se dizer que atualmente as agrotechs estão cada vez mais presentes no mercado brasileiro e ocupando um lugar de destaque.

Como já mencionado, levará um tempo para uma startup do setor receber o título de unicórnio, mas não é nada impossível. Na verdade, muitas pessoas já estão esperando por isso. 

Deixe um comentário