Empresas e usuários de educação podem usar o Google Meet 1

Empresas e usuários de educação podem usar o Google Meet

Desde a última quinta-feira (16), o Google passou a permitir que diferentes tipos de empresas e também usuários ligados à educação – com contas no Gmail – tenham acesso ao Google Hangouts Meet, realizando e recebendo chamadas através da ferramenta. 

Para quem não sabe, o Meet é uma solução à parte do Hangouts, aberta somente para governos, empresas e escolas. Nos dias de hoje, a plataforma de videoconferência está sendo capaz de adicionar usuários muito rapidamente, o que vem chamando a atenção. 

Como a procura por soluções de videoconferências tem aumento bastante devido à pandemia do COVID-19, o Google decidiu integrar esse produto que até então era separado do Hangouts e do o Gmail com o objetivo de que mais usuários tenham acesso a ele. 

Essa novidade é apenas a primeira entre vários recursos que poderão ser lançados pela empresa ao longo das próximas semanas e meses. 

Ainda neste mês, por exemplo, a expectativa é que o programa libere para os usuários um layout que consegue mostrar até 16 participantes de uma só vez – algo similar a uma opção oferecida pelo concorrente Zoom

De acordo com Javier Soltero, vice-presidente do Google, a companhia já pretendia divulgar novas ferramentas ligadas ao Meet, mas não agora. 

Entretanto, como o Meet estava adicionando – na última semana – dois milhões de usuários por dia devido às medidas de isolamento social, a empresa decidiu adiantar alguns lançamentos. 

Deixe um comentário