Empresa cria sistema de biometria para facilitar vacinação 1

Empresa cria sistema de biometria para facilitar vacinação

Um dos principais problemas que acontecem ao redor do mundo é que anualmente uma grande parte das crianças – principalmente aquelas que vivem em zonas de conflito e em países pobres – não recebe as tão conhecidas vacinas vitais, responsáveis para evitar várias doenças e garantir um crescimento saudável. 

Em 2018, por exemplo, de acordo com dados da Unicef 10% das crianças não receberam as vacinas contra o sarampo, a difteria e o tétano. Muitas delas não são imunizadas simplesmente porque não têm registro civil e por conta disso acabam sendo excluídas dos programas de vacinação. 

Pensando nisso, uma multinacional japonesa, conhecida como NEC Corporation, em parceria com a Gavi e com a startup inglesa Simprints, criou um sistema de biometria por impressão digital voltado para crianças de um a cinco anos. 

De acordo com o gerente de Global Relationship Division da NEC Corporation, Cristiano Blanez, a tecnologia é capaz de amenizar o problema da falta de vacinação, já que mesmo para as crianças sem registro civil ou documentação adequada será possível aplicar as vacinas corretas e analisar o histórico de vacinas delas.

No geral, a identidade digital permite a criação de um banco de dados com os dados médicos das crianças e, com isso, faz com que elas possam ser vacinadas de uma forma mais prática e rápida. 

A expectativa é que a novidade já comece a ser utilizada no começo deste ano, em Bangladesh e na Tanzânia, os principais países com baixos índices de vacinação. 

Deixe um comentário