Quais os objetivos de um conselho empresarial? 1

Quais os objetivos de um conselho empresarial?

Você sabe qual é o papel de um conselho empresarial em relação à estratégia da empresa? Em alguns conselhos, a visão predominante é que elaborar estratégias é a sua principal função.

Em outros, essa visão é o oposto: acredita-se que o trabalho do conselho é esperar que a administração apresente sua estratégia para que ele possa aprová-la ou não.

Mas, como será que funciona realmente um conselho empresarial? Qual é, de fato, o papel de um CEO em relação ao conselho, por exemplo?

Continue a leitura para descobrir.

Conselho empresarial: Importância do CEO

Se o conselho acha que precisa desenvolver estratégias para a empresa, fique sabendo que ele está errado.

Afinal, se o conselho empresarial que atua efetivamente apenas alguns dias por ano pode fazer um trabalho melhor na definição de estratégias do que o CEO que está no negócio 24 horas por dia e sete dias por semana, é necessário dizer que o conselho tem o CEO errado.

Esse fato é ainda mais claro se o CEO aceitar que o papel do conselho é elaborar a estratégia.

Mas, o que dizer em relação ao outro extremo onde o conselho empresarial simplesmente declara “sim” ou “não” à estratégia do CEO?

Bom, isso é menos ruim, todavia torna o conselho um tanto “inútil” ou, gera retrabalhos para ele. Isso porque a estratégia chegará 100% pronta e tudo o que os conselheiros poderão dizer é: “Sim, nós concordamos” ou “Não, nós não concordamos”.

Nesse caso, portanto, o conselho empresarial não acrescentou nada de valor ao desenvolvimento da estratégia.

Como evitar esses problemas

Em vez de optar pelos extremos, a abordagem correta é um processo interativo no qual o CEO – o estrategista – está integrado com o conselho, porque é o trabalho dele formular a estratégia. Dentro dessa integração, o CEO recebe vários feedbacks do conselheiros que serão consultados durante o processo e darão a sua contribuição com dicas extremamente valiosas.

Na prática, esse processo interativo pode ser feito em três etapas simples:

Primeiro, no início do processo, o CEO deve buscar a opinião do conselho sobre os desafios que da estratégia.

Em segundo lugar, no meio do processo, o CEO deve voltar ao conselho com possibilidades estratégicas – abordagens alternativas para lidar com os desafios estabelecidos na primeira etapa.

Observe que o CEO não está pedindo a ratificação de uma abordagem em particular, mas sim buscando aconselhamento e feedback sobre as possíveis soluções.

A terceira e última etapa, por sua vez, implica no fato do CEO apresentar a escolha da estratégia definitiva.

Contudo, com os passos anteriores devidamente colocados em prática, o conselho estará alinhado aos desafios a serem resolvidos e, além disso, forneceu conselhos durante o processo sobre o leque de possibilidades a partir do que foi apresentado pelo CEO.

Dessa forma, é possível dizer que um CEO proativo responsável por elaborar estratégias com a ajuda do conselho empresarial, é a combinação perfeita para uma organização de sucesso.

Deixe um comentário