Cientistas criam pele sintética e levam o tato para a realidade virtual 1

Cientistas criam pele sintética e levam o tato para a realidade virtual

A realidade virtual é uma tecnologia que está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. Mesmo que a grande maioria ainda não tenha em casa, hoje já é possível ter a experiência em shoppings, estabelecimentos de jogos e em muitos outros lugares.

No geral, a tecnologia é composta por um óculos de VR com fones de ouvido. 

No entanto, a novidade é que para complementar a realidade virtual e tornar a experiência do usuário ainda mais real e imersiva, alguns cientistas criaram uma pele artificial feita de silicone capaz de simular o tato

Por meio dela, os usuários de realidade virtual poderão sentir o toque tanto de pessoas quanto de objetos. 

Para chegar ao resultado, a Universidade Politécnica de Hong Kong e a Universidade Northwestern dos EUA fecharam uma parceria a fim de realizar várias pesquisas.

De acordo com um artigo publicado na revista Nature, o material é composto por uma folha de 15 cm de silicone, macia e com 32 sensores.  

É exatamente a junção de tudo que permitirá ao usuário durante a experiência imersiva sentir vibrações mecânicas na pele, bastante similares ao toque real.

O melhor de tudo é que a pele artificial é sem fio e não precisa de nenhuma bateria, isso porque ela é carregada por indução – tecnologia utilizada, por exemplo, para carregar fones sem fio. 

Um dos principais objetivos da criação é melhorar cada vez mais a comunicação interpessoal à distância, bem como a experiência das pessoas quando estão imersas em uma realidade virtual

É importante deixar claro que não há ainda uma previsão de quando a nova tecnologia será utilizada comercialmente, já que tudo está em fase de pesquisa.

Deixe um comentário