Apple pede desculpas por ouvir gravações da Siri e altera regras 1

Apple pede desculpas por ouvir gravações da Siri e altera regras

Após admitir que ouvia gravações de usuários da Siri e de suspender as escutas, a Apple finalmente divulgou um pedido de desculpas oficial na última quarta-feira (28), além de anunciar mudanças nas diretrizes de privacidade da assistente virtual da marca. 

De acordo com a empresa, alguns arquivos de som capturados pela Siri eram ouvidos por funcionários com o objetivo de melhorar cada vez mais o reconhecimento de voz da assistente virtual.

De qualquer forma, agora a Apple passará a consultar os usuários sobre a possibilidade de ouvir ou não suas gravações. Ou seja, as pessoas poderão escolher se querem ou não participar desse programa de melhoria. 

Em seu pedido de desculpas, a empresa disse que, depois de muitas análises, percebeu que não estava cumprindo totalmente os seus ideais e, por esse motivo, pediu desculpas aos usuários.

Segundo a Apple, a Siri foi desenvolvida com o principal objetivo de proteger a privacidade dos usuários, algo que não estava acontecendo. 

A expectativa é que o programa de avaliação da Siri volte a funcionar no final de outubro, ou seja, somente depois que uma nova atualização de software for liberada aos usuários. 

Com a atualização do iOS, a empresa implementará três mudanças no programa: as gravações serão transcritas por computadores e não ficarão mais armazenadas, os consumidores poderão escolher se querem ou não participar do programa e, por fim, apenas colaboradores da companhia ouvirão as gravações, e todos os áudios obtidos de forma acidental serão excluídos. 

Os usuários agora precisam esperar essa atualização do iOS para escolher se desejam participar ou não do programa. Além disso, é importante acompanhar se a empresa cumprirá tudo aquilo que prometeu, não é mesmo? 

Deixe um comentário