Apple admite que ouve gravações da Siri dos usuários 1

Apple admite que ouve gravações da Siri dos usuários

Uma reportagem publicada no jornal The Guardian mostrou que a Apple, assim como o Google e a Amazon, também escuta as gravações de usuários da Siri com o objetivo de analisar os comandos de voz e, assim, otimizar cada vez mais os recursos da assistente virtual da marca. 

De acordo com reportagem, a empresa contrata diversas agências para ouvir por volta de 1% dos áudios que os dispositivos da Apple gravam na nuvem. De acordo com um colaborador da companhia, já aconteceram até mesmo casos de escutas de conversas privadas como, por exemplo, entre pacientes e médicos, negociações suspeitas, reuniões de negócios, entre muitas outras coisas. 

O intuito da Apple com as escutas é identificar momentos em que a ativação da Siri é feita de maneira acidental, o que acontece com muita frequência, segundo a própria empresa. 

Apesar das gravações não serem diretamente associadas a um usuário em específico, elas sempre estão acompanhadas de dados recolhidos por aplicativos, como é o caso da geolocalização do dispositivo, o que poderia ajudar a entender os momentos em que as Siri é ativada acidentalmente pelo usuários. 

Não é só a Apple

Conforme já mencionado antes, o Google e a Amazon também já admitiram escutar as gravações dos assistentes pessoais, com o pretexto de melhorar as funcionalidades do Google Assistant e da Alexa, respectivamente. 

Embora as três empresas aleguem estar preocupadas com a privacidade dos usuários, não é exatamente isso que parece, não é mesmo? Podem haver outros objetivos desconhecidos por trás de tudo isso.

Deixe um comentário